Escola de Aplicação Feevale aposta na tecnologia e se destaca com aulas virtuais | Universidade Feevale

Escola de Aplicação Feevale aposta na tecnologia e se destaca com aulas virtuais

03/04/2020 - Atualizado 09h07min

Ensino personalizado e projetos interdisciplinares seguem em andamento por meio da plataforma Blackboard

escola de aplicação

A Escola de Aplicação Feevale, neste momento de isolamento social, devido à pandemia do novo Coronavírus, está apostando nas ferramentas do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), para a realização das atividades escolares. A plataforma on-line permite que os professores e estudantes da Instituição continuem a trabalhar de forma colaborativa nos projetos baseados em fenômenos, por meio da resolução de problemas. Para que isso tivesse continuidade, a equipe da Escola criou, dentro do Blackboard, a “Escola Feevale Digital”, um canal em que todos os docentes que atuam no ciclo e todos os estudantes da etapa de aprendizagem estão interligados.

Organizamos as pastas por projetos e os desafios propostos ocorrem de maneira interdisciplinar, assim como o feedback para o estudante. Procuramos propor os desafios em diferentes formatos, como pesquisa, vídeo, áudio, imagens, tour virtual, criações e discussões, a fim de explorar tudo que o ambiente virtual permite”, explica a diretora da Escola de Aplicação, Janine Vieira.

Além da resolução dos desafios dos projetos, os professores têm proposto aulas on-line, fóruns de discussão e webconferências. As necessidades de cada discente seguem sendo avaliadas diariamente, por meio do contato direto do docente com o estudante, mantendo o ensino personalizado, um dos propósitos da Instituição.

Outra forma de ensino, que auxilia os estudantes no processo de estudos, é o Diário de Aprendizagem, espaço em que eles fazem uma autoavaliação diária do seu conhecimento adquirido nas aulas. A diretora destaca que a participação das famílias está sendo fundamental nesse processo. “Elas estão realizando as atividades propostas juntos com seus filhos, questionando-os, incentivando-os, fotografando e nos enviando os registros. Muitas famílias, ao acompanhar mais de perto o desenvolvimento das atividades propostas, estão percebendo algumas dificuldades dos seus filhos nos estudos, que antes não percebiam, mas estão, também, descobrindo novos talentos”, completa.

Bruna Betoli Bezerra, mãe do estudante Luc Betoli Machado, da Educação Infantil, demonstra estar feliz e impressionada com as possibilidades que a Escola abriu ao fazer a migração das atividades para o sistema on-line. “No início, tive receio de que pudesse haver um excesso de atividades. No entanto, a equipe da Feevale conseguiu transpor os princípios que norteiam a Instituição para o mundo on-line, com propostas lúdicas e divertidas, possíveis de realização sem sobrecarregar as famílias”, diz.

Estou achando uma ótima iniciativa, assim o estudante não se desvincula da sua rotina diária de escola”, contribui Tatiana Comerlato, mãe da discente Gabriela Schmitz, da 2ª etapa do 1º ciclo do Ensino Médio.

professor rafael

Além dos projetos interdisciplinares, os docentes também estão instigando os estudantes à investigação científica, em que eles desenvolvem as suas pesquisas, individual ou em grupo, sobre um tema do seu interesse, sendo orientado por um mentor. Para a professora, Michele Petersen, durante esse período de isolamento social, a equipe pedagógica teve que se aprimorar no uso da ferramenta e uniu os esforços para proporcionar, a distância, as mesmas vivências e experiências que os alunos sentem, presencialmente, na escola. “As propostas que são possibilitadas na plataforma virtual possuem o mesmo rigor da qualidade de ensino que tanto prezamos diariamente com nossos estudantes”, fala Michele.

Com o grupo de professores unido e trabalhando em colaboração, estamos tendo sucesso. Estou muito feliz com os resultados e com tudo que estamos aprendendo nessa nova realidade”, assente o professor Rafael do Amaral Reis.

rafaela

Para a aluna Rafaela Wissmann, da 1ª etapa do 2º ciclo de Ensino Médio, estudar em casa está sendo um desafio, pois requer muita responsabilidade.

Não é fácil conciliar os estudos com a rotina do dia a dia, principalmente estando em minha zona de conforto. É preciso ter consciência de que estamos aprendendo, a distância, tudo que aprenderíamos na escola, sem exceções”, declara. “O estudo a distância está sendo muito importante para que não sejamos prejudicados no ano letivo e está nos possibilitando uma experiência muito legal, produtiva e dinâmica. Os professores nos auxiliam, tiram as nossas dúvidas e colocam atividades diárias”, conclui Arthur Miguel Wingert, estudante da 1ª etapa do 1º ciclo do Ensino Médio.

Janine salienta, também, que é um privilégio ter acesso à plataforma Blackboard.

Estamos aprendendo juntos a trabalhar no ambiente virtual e encontrando novos caminhos, criando novas estratégias de aprendizagem e ensino, dando continuidade à educação que acreditamos por meio de aprendizagens efetivas e afetivas. Além disso, estamos promovendo experiências que incentivam o uso de inteligências múltiplas em projetos incríveis e que proporcionam o desenvolvimento da autogestão, da criatividade para a inovação e de projetos de vida”, finaliza.